Por que olhar as crianças?

josiane_Rafael

Este dia me pediram para escrever um novo depoimento. Mas o que escrever? Então comecei a andar pela minha história e percebi uma coisa engraçada,  deveras interessante, ando escrevendo muito mais, e até melhor. Pelo menos para os meus patrões.

Sabe sou formada em duas graduações. E a primeira foi uma verdadeira decepção,  pois sou formada em comunicação social e nunca conseguir exercer esta profissão por causa dos meus bloqueios. Ler e escrever apesar de gostar muito e sempre foi um pesadelo. Mas sempre fui encantada com literatura e com isso li: “Cem Anos de perdão” de Pablo Neruda, a trilogia de “Senhor dos Aneis”, “Droga da Obediência”, “Pântano de Sangue” e “Anjo da Morte”. Já li Cora Coralina, Machado de Assis, Clarisse Lispector, Pedro Bandeira, dentre tantos escritores, poeta, repentista,  trovadores, romancistas e contos. Nacionais e internacionais e garanto ninguém lê tudo isso sem gostar de ler. Mas nada disso me fez melhorar na escrita ou na leitura.

Era desesperador ter todos os pensamentos na cabeça e nada poder sair. Hoje quando alguém me diz escreva mais. Minha cabeça pira. Penso em tantas saída, história,  mas ainda hoje parece que escuto as palavras de professores e colegas dizendo o que você está fazendo aqui. Meu português sempre foi péssimo minha leitura um horror.

Esta semana meu filho recebeu uma tarefa escrever uma redação.  Qual foi minha surpresa quando ao final do trabalho ele tinha três páginas escritas a mão de uma história muito bem elaborada de início meio e fim.

Eu na idade dele tinha este desejo. Mas eu era tão ruim que tinha vergonha. Pois me apontavam meu erros e não a beleza de minhas histórias.

Fui jogada ao obscurantismo, condenada ao silêncio.  Hoje olho para os portadores de SI crianças como o Rafael e penso quais histórias deve existir em sua mentes criativa, quais mundos eles podem nos apresentar?

O silêncio de muitas crianças como eu, que desejaram ler e escreve como os grandes mestres. Sei que não sou mestre, mas hoje meu desejo de escrever cresce a cada dia.

E como se o medo fugisse de mim e as palavras surgissem no papel. Às vezes penso: por que ler e escrever é tão difícil? Sim a ciência explica de tantas maneiras, mas não preenche o vazio que sinto dentro no meu coração. Quando olho uma criança com dificuldades de aprender a ler e as pessoas que deveriam ajudá-la diz: é preguiça.

Mas preguiça de quem? Da criança que dorme exalta depois de quatro linhas ou do adulto que não busca saber o que está acontecendo.

Não digo que todas as dificuldades de aprendizado seja síndrome de Irlen, pois sei que existe inúmeras situações que provoca está situação.

Mas a solução não é cruzar os braços. E sim olhar as crianças com amor e buscar soluções.

Para que elas não segue as 42 anos como eu sem saber o quanto para elas é importantes ler e escrever.

Autora: Josiane Padoani

Anúncios

2 comentários sobre “Por que olhar as crianças?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s