Joseana – a descoberta da síndrome de irlen do João

Meu nome é Joseana casada com Luciano e mãe de dois filhos: Hávila Mariana com 12 anos e João com 10 anos, portador da síndrome de irlen. Somos do estado do Espírito Santo.

img_1006

Desde quando João entrou na escola com 4 anos, os professores já notaram que ele tinha dificuldades de aprendizagem.

Tudo começou com a dificuldade da fala, pois ele não falava muito e nem frases completas.

Com isso foi recomendado a procurarmos uma fonoaudióloga e esta nos aconselhou a procurar vários especialistas, pois ele tinha muita dificuldade na aprendizagem.

Nos solicitaram um teste de avaliação neuropsicológica aos seis anos de idade, mas ele só conseguiu fazer aos 7 anos. O resultado deu inteligência média inferior, e a partir deste, foi aconselhado acompanhamento com os seguintes profissionais: fonoaudióloga, psicopedagoga, neurologista e psicóloga.

Foram feitos também testes de mapeamento e eletrocefalograma e não deu nenhuma alteração nestes exames.

Levei ao neurologista, onde ele foi diagnosticado com TDAH e foi receitado ritalina de 10mg.

Foram dois anos tomando esta medicação e sem efeito.

Cheguei a ficar sem o neurologista porque dependia do SUS, e quando consegui novamente, foi recomendado que o meu filho tomasse ritalina LA de 20 mg e mesmo assim surtiu efeito.

Em 2015 a fonoaudióloga recomendou o teste de Irlen e processamento auditivo. No processamento auditivo foi diagnosticado dificuldades em todas as funções auditivas e no teste de Irlen, para surpresa nossa foi diagnosticado com Irlen severo e recomentado o uso do overlay de cor Goldenrod / Alaranjado (não fosca).

O João, meu filho, se recusava muito em usar o overlay e no teste de Irlen deu que ele tem distorções visuais do tipo borrado.

Com 6 meses de uso do overlay, foi solicitado uma outra avaliação para encaminhamento ao HOlhos em Belo Horizonte.

Apesar do custo alto do tratamento e dos óculos por causa das lentes serem importadas, conseguimos somente ir em janeiro de 2017. Depois dos exames feitos e o laudo da dra Márcia, foi recomentado lentes oftalmicas de filtros de bloqueio.

Agora estamos aguardando a chegada dos óculos.

 

 

Anúncios